5 tipos de bebês: Descubra qual o seu e como lidar com ele


Oi oiiiiiii

Gente, depois de ser mãe, você começa a perceber um mundo totalmente novo, onde tudo é um desafio. São novas atividades, muitas renúncias, novas rotinas, muitas noites acordada e muitas dúvidas se estamos sendo boa mãe ou não. Diante de tantas dúvidas, a que mais me quebrava a cabeça era: será que vou saber o que minha filha quer? Até porque bebês não nascem falando, né? srsrs  
Então eu comecei a pesquisar sobre esse assunto e descobri que para conhecer o seu filho, você precisa saber como é a personalidade dele, ou seja, o tipo de bebê que ele é! A partir daí, parece que tudo se torna claro e fácil, porque as mães sempre ficam imaginando como os filhos serão e acabam criando uma personalidade pro seu filho, mesmo antes dele nascer. O problema é quando o que imaginamos, não tem nada haver com a realidade.

Agora, antes de você começar a pensar que você não é uma boa mãe, faça esse teste e descubra qual o tipo de bebê é o seu. Você vai ver que tudo se tornará mais fácil, quando você identificar o seu.

Vamos ao teste: (Anote a sua opção e conte quantas vezes a marcou durante o teste.)

1. Seu bebê:   
A.raramente chora   
B.chora apenas quando está com fome, cansado ou superestimulado C. chora sem motivo aparente   
D. chora muito alto e, se não o atendo logo, começa a berrar   
E. chora grande parte do tempo   



2. Na hora de dormir, seu bebê:   

A. fica tranqüilo no berço e logo dorme   

B. em geral, pega no sono facilmente dentro de 20 minutos   
C. reclama um pouco e parece sonolento, mas não consegue manter o sono   
D. é muito agitado e geralmente precisa ser envolvido em um cobertor ou embalado no colo   
E. chora muito e parece não gostar de ser colocado no berço   

3. Quando acorda, de manhã, seu bebê:   
A. raramente chora - ele fica brincando no berço até eu chegar   
B. murmura e olha a seu redor   
C. precisa de atenção imediata, senão começa a chorar   
D. grita   
E. choraminga   

4. Seu bebê sorri:   
A.para tudo e para todos   
B.quando estimulado   
C.quando estimulado, mas às vezes começa a chorar minutos depois de sorrir   
D.muito e também é muito vocal: ele tende a fazer ruídos muito altos   
E.apenas em determinadas circunstâncias   

5. Quando leva seu bebê para passear, ele:   
A. é extremamente comportado   
B. é comportado, desde que eu não o leve para um local muito agitado ou desconhecido   
C. fica bastante irrequieto   
D. exige muito minha atenção   
E. não gosta de ser muito manipulado   

6.Quando um desconhecido simpático conversa com ele, seu bebê:   
A. sorri imediatamente   
B. fica um pouco sério e depois geralmente sorri   
C.quase sempre chora, a menos que o desconhecido consiga conquistá-lo   
D. fica muito agitado   
E. raramente sorri   

7. Quando escuta um ruído muito alto, como um cachorro latindo ou uma porta batendo, seu bebê:   
A. nunca se incomoda   
B. percebe, mas não se incomoda   
C. fica visivelmente assustado e, em geral, começa a chorar   
D. também faz um ruído alto   
E. começa a chorar   

8. Na primeira vez em que dei um banho em seu bebê, ele:   
A. gostou da água como se fosse um peixe   
B. ficou um pouco surpreso com a sensação, mas gostou quase imediatamente   
C. ficou muito sensível, tremeu um pouco e parecia estar com medo D. ficou frenético, batia os braços e as pernas, esparramando a água E. detestou o banho e chorou   

9. Normalmente, a linguagem corporal de seu bebê é:   
A. relaxada e alerta   
B. relaxada na maior parte do tempo   
C. tensa e muito reativa aos estímulos externos   
D. desajeitada - ele bate muito os braços e as pernas   
E. rígida - seus braços e suas pernas geralmente são inflexíveis   

10. Seu bebê faz ruídos altos e agressivos:   
A. ocasionalmente   
B. apenas quando está brincando e é muito estimulado   
C. quase sempre   
D. freqüentemente   
E. quando está bravo   

11. Quando troca as fraldas do seu bebê, dá banho nele ou o veste:   
A. ele sempre se comporta com tranqüilidade   
B. ele se comporta se eu não fizer movimentos muito rápidos e se souber o que estou fazendo   
C. geralmente fica mal-humorado, como se não suportasse ficar nu 
D. contorce o corpo e derruba tudo do trocador   
E. ele detesta, vestir uma roupa é sempre uma batalha   

12. Quando leva seu bebê para um ambiente muito iluminado, pela luz do sol ou por lâmpadas fluorescentes, ele:   
A. enfrenta a situação com naturalidade   
B. às vezes parece assustado   
C. pisca excessivamente ou tenta esconder o rosto   
D. fica superestimulado   
E. parece perturbado   

13a. (Se você dá mamadeira) Quando alimenta seu bebê, ele:   
A. sempre suga de forma adequada, presta atenção e, em geral, alimenta-se em 20 minutos   
B. se mostra um pouco atrapalhado com os movimentos de sugação, mas quase sempre se alimenta bem   
C. contorce muito o corpo e demora para terminar a mamadeira   
D. segura a mamadeira de forma agressiva e tende a se alimentar demais   
E. geralmente é mal-humorado e demora muito para se alimentar   

13b. (Se você amamenta) Quando amamenta seu bebê, ele:   
A. começa a mamar imediatamente - foi bem fácil desde o primeiro dia   
B. demorou um ou dois dias para conseguir mamar direito, mas depois ficou tudo bem   
C. sempre quer mamar, mas ocasionalmente larga o seio, como se tivesse esquecido como fazer   
D. alimenta-se bem desde que eu o segure do jeito que ele quer   
E. fica muito bravo e agitado, como se não tivesse leite suficiente para ele   

14.O comentário que melhor descreve a comunicação entre você e seu bebê é:   
A. ele sempre consegue que eu saiba exatamente qual é a sua necessidade   
B. na maior parte do tempo, é fácil interpretar suas dicas   
C. ele me confunde: às vezes, chega a gritar comigo   
D.seus gostos e desgostos são firmados de modo bem claro e freqüentemente barulhento   
E. ele geralmente chama minha atenção com um choro alto e tenso    

15. Quando vão a uma reunião familiar e muitas pessoas querem segurá-lo, seu bebê:   
A. é muito adaptável   
B. é bastante seletivo em relação a quem deseja segurá-lo   
C. chora facilmente se muitas pessoas o segurarem   
D. pode chorar ou até mesmo tentar se afastar dos braços de alguém se não se sentir   
confortável   
E. recusa-se a ir com qualquer pessoa que não seja a mamãe ou o papai   

16. Quando volta para casa depois de um passeio qualquer, seu bebê:   
A. adapta-se imediatamente   
B. demora alguns minutos para se ambientar   
C. tende a ficar muito agitado   
D. geralmente está superestimulado, e é difícil acalmá-lo   
E. parece bravo e infeliz   

17. Seu bebê:   
A. distrai-se por um longo período observando um único objeto, até mesmo as barras do berço   
B. consegue brincar sozinho por cerca de 15 minutos   
C. tem dificuldade para divertir-se em um ambiente desconhecido   
D. precisa de muito estímulo para se distrair   
E. não se distrai facilmente com alguma coisa   
    
18.O aspecto mais perceptível de seu bebê é:   
A. como ele é adaptável e incrivelmente bem-comportado   
B. como seu desenvolvimento segue um trajeto preciso, exatamente como descrevem os livros   
C. sua sensibilidade a tudo   
D. sua agressividade   
E. como ele é resmungão   

19. Seu bebê parece:   
A. sentir-se absolutamente seguro no berço   
B. preferir o berço na maior parte do tempo   
C. sentir-se inseguro no berço   
D. irritado, como se o berço fosse uma prisão   
E. ressentido quando é colocado no berço   

20. O comentário que melhor descreve seu bebê é:   
A. nem parece haver um bebê na casa - ele é um sonho   
B. é fácil lidar com ele, ele é previsível   
C. ele é uma coisinha muito delicada   
D. eu acho que, quando começar a engatinhar, ele vai esbarrar em tudo   
E. ele é uma "alma velha", parece que já esteve por aqui antes   

RESULTADO:

MAIORIA A: Bebê Anjo   

Seu bebê é doce, eternamente sorridente e muito pouco exigente.
Suas dicas são fáceis de interpretar. Ele não é perturbado por ambientes novos e é extremamente comportado. Você pode levá-lo para qualquer lugar. Ele tem facilidade de se alimentar, brincar e dormir e em geral não chora quando acorda. Um bebê Anjo quase sempre consegue se acalmar sozinho; mas, se estiver muito cansado, talvez porque suas dicas não tenham sido bem interpretadas, a única providência necessária é aconchegá-lo um pouco e dizer: "Eu sei que você está muito cansado". Depois, cante uma canção, deixe o quarto confortável, escuro e silencioso, e logo ele dormirá.  


MAIORIA B: Bebê Livro-texto   
Esse é o bebê previsível e, como tal, é consideravelmente fácil lidar com ele. Ele chega a todos os marcos de desenvolvimento exatamente de acordo com o previsto. Geralmente, dorme a noite toda aos 3 meses de idade, consegue rolar aos 5 e senta-se aos 6. Nos períodos em que seu apetite aumenta repentinamente, ele está ganhando peso e se desenvolvendo com rapidez. Em pouco tempo, já consegue brincar sozinho por um período curto 15 minutos aproximadamente e também murmura muito e olha ao redor. Além disso, sorri quando alguém sorri para ele. Embora tenha períodos normais de mau humor, é fácil acalmá-lo. Também não é difícil fazê-lo dormir.  


MAIORIA C: Bebê Sensível

Para um bebê ultra-sensível, o mundo parece uma série interminável de desafios sensoriais. Ele se assusta com o ruído de uma motocicleta passando na rua, com os sons da TV, com um cachorro latindo na casa do vizinho. Ele pisca ou tenta afastar o rosto de uma luz forte. Às vezes chora sem motivo aparente, mesmo quando está sozinho com a mãe. Nesses momentos, ele está tentando dizer na sua linguagem de bebê: "Eu já estou cansado, preciso de um pouco de paz e silêncio". Freqüentemente, fica irritado depois de algumas pessoas o segurarem ou depois de passear. Ele brinca sozinho por alguns minutos, mas precisa se certificar da proximidade de alguém que ele conheça bem - a mamãe, o papai ou a babá. Já que esse tipo de bebê gosta muito de sugar, a mamãe pode interpretar mal suas dicas e pensar que ele está com fome, quando uma chupeta poderia acalmá-lo. Durante as sonecas e à noite, com freqüência tem dificuldade em pegar no sono. Bebês Sensíveis facilmente saem dos horários programados, porque seu sistema é muito frágil. Uma soneca muito longa, o fato de pular uma refeição, uma visita inesperada, uma viagem, uma mudança na rotina - qualquer um desses eventos pode coloca-lo em desespero. Para acalmar o bebê Sensível, você terá de "recriar o ventre". Envolva-o bem firme em um cobertor, aconchegue-o no seu ombro, sussurre perto do ouvido dele ritmicamente um som que lembre o da água fluindo pelo ventre e dê tapinhas suaves nas costas dele, imitando o ritmo cardíaco (isto, aliás, acalma a maioria dos bebês; mas funciona especialmente com o Sensível). Se você tiver um bebê Sensível, quanto mais rápido aprender a interpretar suas dicas e seu choro, mais simples sua vida será. Esses bebês adoram estrutura e previsibilidade, ou seja, nada de surpresas.

  

MAIORIA D: Bebê Enérgico
Esse é o bebê que parece sair do ventre já sabendo do que gosta e do que não gosta, e ele não hesita em mostrar isso a todos. Eles são muito vocais e, às vezes, chegam a parecer agressivos. Freqüentemente chama a mamãe e o papai aos gritos quando acorda pela manhã. Detesta ficar com as fraldas sujas e comunicará "Troque-me" vocalizando violentamente seu desconforto. Na realidade, balbucia muito e bem alto. Sua linguagem corporal tende a ser um pouco desajeitada. Freqüentemente precisa ser envolvido em um cobertor para dormir, porque seus braços e suas pernas ficam se debatendo e a deixam superestimulado. Quando começa a chorar e o ciclo não é interrompido, parece chegar a um ponto do qual não há retorno: seu choro vai se prolongando até atingir um estado de raiva extrema. Um bebê Enérgico provavelmente segurará a mamadeira em idade prematura. Ele também percebe os outros bebês antes que eles o percebam e, assim que tiver idade para desenvolver uma preensão boa e firme, pegará também os brinquedos dos outros.  


MAIORIA E: Bebê Irritável
Esse tipo de bebê está bravo com o mundo e mostra isso claramente. Choraminga todas as manhãs, não sorri muito durante o dia e fica inquieto até dormir, todas as noites. Sua mãe tem muitos problemas em conseguir manter as babás, porque elas tendem a levar o mau humor desse bebê para o lado pessoal. No início, detestam tomar banho e, cada vez que alguém tenta trocá-lo ou vesti-lo, ele se tornava impaciente e irritado. Sua mãe tenta amamentá-lo, mas se seu fluxo (o ritmo do leite até chegar ao mamilo e passar por ele) é lento, não tem paciência. Nesse caso, estimular a saída do leite com desmamadeiras (clique AQUI e veja qual eu estou usando!) antes das mamadas é uma boa ideia! Para acalmar um bebê Irritável, a mãe ou o pai precisam ser pacientes, porque esse bebê fica muito bravo e seu choro é particularmente alto e longo. O "murmúrio da água do ventre" precisa ser ainda mais alto que o choro. Ele odeia ser envolvido em cobertores e certamente faz você saber disso. Se o bebê Irritável tiver uma crise, diga: "Está bem, está bem, está bem", de uma forma rítmica, enquanto o acalenta suavemente de frente para trás.  

DICA PARA TODOS OS TIPOS DE BEBÊS:

Quando acalentar um bebê, de qualquer tipo, balance-o para trás e para a frente, e não para os lados ou de cima para baixo. Antes do nascimento, o bebê ia para trás e para a frente enquanto a mãe caminhava, portanto, ele já está acostumado a esse tipo de movimento e é confortado por ele.  

Depois de identificar qual a personalidade do seu bebê, você poderá encarar a maternidade com mais controle! Ensinar qualquer coisa ao seu bebê é fácil! Basta parar um pouco e percebê-lo como um ser que já nasce com personalidade. Respeitar isso, é a chave para um cuidado muito mais prazeroso e tranquilo!

Espero que tenham gostado da postagem de hoje! 
Depois de fazer o teste deixa seu comentário aqui ou no meu insta @ADELINADANTAS. Vou adorar saber o tipo de bebê que você tem em casa! 

Bjos e até a próxima mamãe!



FONTE: Trayce Hogg com Melinda Blau - Os Segredos de uma encantadora de bebês

COMPARTILHE:

DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Obrigada!

0 comentários:

Postar um comentário

Gostou?! Deixa seu comentário!! :*